terça-feira, 22 de junho de 2010

Grebnevo: ruínas neoclássicas russas.



Grebnevo está localizada a cerca de 30 km de Moscou, na periferia de Fryazino, às margens do rio Lyuboseyevka. É um complexo de monumentos históricos arquitetônicos neoclássicos. 
Grebnevo foi construída para ser a sede do governo russo e residência de três famílias nobres russas: Galitzine, Trubetskoy e Bibkov. Há cadastros da construção do local que datam do final do século XVI (1584-1586). O primeiro proprietário de Grebneva foi o príncipe Dmitri Trubetskoy, e seu último proprietário nobre, Ivan Trubestkoy deu a sua filha Anastásia, esposa do príncipe Dimitre Cantemir, cuja filha Catherine herdou em seguida.
O complexo possuía 20 aldeias ao seu redor, as quais hoje são pequenos vilarejos. Também possuía uma represa que formava uma elaborada rede de lagoas que compunham a paisagem neoclásica.
os edifícios neoclássicos que sobreviveram oa tempo, foram cosntruídos entre os anos de 1780 e 1830, pelo Major General Gavrila Bibikov. estes incluem o palácio de três andares, com um pórtico de seis colunas, datado de 1790; o pórtico de entrdada dórico que lembra o Arco do Triunfo (1821); e duas igrejas neoclássicas e as lagoas do mesmo período.
A Igreja Vermelho Sangue (1791) é a mais antiga e a mais conservada das duas igrejas que existem no complexo. Seus quatro pórticos terminam em frontões sob uma cúpula redonda cujo topo é ornado por um anjo dourado que segura uma cruz e aponta para o céu.
No final do século XIX a propriedade pertencia a uma família de comerciantes que construíram várias pequenas fábricas nos campos de Grebnevo, em seguida ela foi vendida a um dos mèdicos mais populares de Moscou, Fyodor Grinevsky, em 1913, que a usava como sanatório.
A população soviética proclamou Grebnevo um museu, em 1960, e entre 1990 e 2000 o palácio/mansão principal sofreu vários incêndios e depredações. Atualmente a propriedade está em avançado estado de deteriorização, mas ainda é muito visitada por famílias e visitantes que buscam um retorno ao momento histórico representado por Grebnevo.














































Fontes:




Vídeos de Grebnevo:









domingo, 13 de junho de 2010

Bodie, cidade fantasma do ouro.


Nos Estados Unidos há mais de 6 mil cidades abandonadas que foram construídas muito rapidamente por causa da corrida às jazidas de ouro descobertas em meados de 1800. Construídas de madeira, a maioria dessas cidades já foram destruídas por incêndios, pelo tempo ou saqueadas. Bodie, na Califórnia, fundada por W.S. Bodey, foi uma dessas cidades. Este pioneiro, que atraiu a população para o local por causa de pepitas de ouro que encontrou, morreu numa nevasca, mas deixou seu nome à cidade. Por volta de 1879 havia mais de 10 mil habitantes em Bodie, que se tornou, na época, o segundo maior centro urbano da Califórnia, depois de Los Angeles. Porém, como todas as outras cidades do ouro, sua vida terminou quando as jazidas se esgotaram, e logo a cidade foi abandonada e esquecida. Hoje, Bodie, que parece ter sido congelada no tempo, é um ponto turístico muito visitado, pois além de ficar próxima ao Parque Nacional de Zion, as casas que sobraram na cidade estão praticamente intactas, inclusive seus interiores, com móveis e objetos pessoais. 











































Fontes da pesquisa:


Vídeos encontrados:









TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS