terça-feira, 31 de maio de 2011

Monumentos esquecidos da era comunista - Bulgária

Depois da queda do regime comunista, em 1989, muitos monumentos soviéticos, construídos na Bulgária, foram desmontados. Porém, mais de cem deles ainda permanecem em pé. Erguidos entre 1945 e 1989, esses monumentos são considerados "sem pátria", não mais reconhecidos pelo estado, pois representavam a supremacia soviética sobre as regras otomanas. Espalhados pela Bulgária, hoje eles são alvos de depredações e pichações, renegados pela atual sociedade, as informações sobre seus idealizadores se perderam.
Há uma postagem sobre um desse monumentos aqui no blog, é o Monumento do Monte Buzludzha.

O fotógrafo Nikola Mihov visitou 14 desses monumentos e registrou seus estados atuais. O projeto trouxe à tona a história dos arquitetos e escultores que realizaram alguns deles. Saiba mais sobre a história dos monumentos em http://nikolamihov.com/forget_your_past.html.

Arco da Liberdade, Beklemeto, 1980




































Fontes:




















Memorial Apriltzi, Panagyurishte, 1976




























Fontes:







Memorial da Fraternidade Hillock, Plovdiv, 1974











Fontes:






Memorial Os Defensores de Stara Zagora, Stara Zagora, 1977


























Fontes:






















Monumento Banner da Paz, Sofia, 1979

















Fontes:














Monumento Founders of the Bulgarian State, Shumen, 1981






























Fontes:
















Monumento das Três Gerações, Perushtitza, 1976















Fontes:













Monumento ao Exército Soviético, Plovdiv, 1954










Fontes:







Panteão dos heróis da guerra Servo-Búlgara, Gurgulyat, 1985












Fontes:









Memorial Panteona, Burgas, 1941




























Fontes:









TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS