quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Fordlândia - O sonho abandonado de Henry Ford



Fordlândia
Essa é uma das cidades abandonadas mais bonitas que conheço. Fica no estado em que nasci, no Pará, um gigante amazônico. 
Sua história é fantástica gira em torno do grande Henry Ford, o fabricante dos carros americanos mais populares da época -1908 - o Ford Model T. Ele praticamente criou o estilo "carro popular", porém, sua produção era ditada pela Inglaterra que dominava a produção de borracha, material básico na produção de seus automóveis.
A necessidade de escapar do monopólio inglês fez Henry Ford alimentar um sonho que se tornaria, em sua vida, um pesadelo. 
Em 1923 ele veio pessoalmente e negociou com o governo do Pará uma concessão de uma área de 1 milhão de hectares às margens do Rio Tapajós e desse um milhão Ford literalmente queimou 1% para poder construir seu sonho: uma cidade que abastecesse com matéria prima (borracha) suas produções de pneus em Detroit, longe do monopólio inglês e no lugar mais propício para a produção da matéria base. A região ficou conhecida depois que os britânicos levaram de lá mudas da árvore da borracha e plantaram em suas colônias, dominando assim a produção e o comércio de pneus. 
Depois do terreno todo nivelado, as casa foram literalmente colocadas em seus lugares por guindastes. A cidade inteira foi transportada por navios dos EUA até o Pará.
A proposta da cidade Ford era muito mais que um mero acampamento para seus operários. Quando se soube da notícia da empresa se estabelecera na região e estaria contratando pessoas para compor seu quadro de empregados, apareceram pessoas de todos os cantos do país. Caboclos da região amazônica, nordestinos e brasileiros de outras regiões experimentaram um estilo bem diferente do que estavam acostumados. Fordlândia oferecia casas para todos os funcionários, dos tiradores de borracha aos profissionais americanos que vieram e criaram suas famílias nesse lugar. Mas nem tudo eram flores. Como eu disse, os planos de Ford iam muito além de um simples alojamento. Ele impôs a cultura americana - comida, hábitos, música e pensamento - aos seus empregados, e esse foi seu grande erro. Imagina só o caboclo amazônico, que produzia e tirava toda sua dieta alimentar da natureza, ter que, por obrigação, comer comida enlatada americana, vestir uniforme, frequentar bailes de dança ao ritmo de jazz, ir à missa evangélica, trabalhar de carteira assinada, ter horários rígidos e fixos - para almoço, jantar, café da manhã, para dormir, acordar - tudo isso na metade da década de 20. Pra ter uma ideia melhor, as idéias sobre confinamento e trabalho que Henry tinha serviram de inspiração aos campos de concentração de Hitler.
Foi um choque cultural enorme, e logo começaram a aparecer os conflitos entre os trabalhadores e os diretores. Algumas revoltas aconteceram, muitos trabalhadores foram embora e como se não bastasse tudo isso ainda teve a peste que assolou as plantações de seringueira de Ford. 
O que Henry não sabia, mas que era de notório conhecimento de toda aquela população que havia lá, era que a seringueira não pode ser plantada em regime de monocultura, pois sem a proteção da floresta, seu habitat natural, ela fica totalmente vulnerável à sua pior praga. Resultado: as árvores morreram aos milhares e Ford abandonou Fordlândia. Abandonou a cidade e foi para a outra margem, construiu Belterra e plantou mais seringueiras.
Como já se sabia, a monocultura de seringueira não deu certo novamente e pouco a pouco todos os americanos voltaram ao seu país. Frodlândia e Belterra foram entregues ao governo brasileiro com tudo o que tinha. Em seguida houve o saque de tudo de valor que os americanos deixaram, feito pelos próprios governantes e pela população. Urubus em cima da carniça.
Hoje, Fordlândia ainda é habitada, mas está quase toda abandonada. Alguns prédios são mantidos por Belterra, que se desenvolveu bem mais. A igreja, a escola e uma ou outra casa.
Fordlândia atrai visitantes o tempo todo e, um dia, eu irei lá. Ver o sonho e a cidade que henry Ford deixou na Amazônia. Deixou e, ironicamente, nunca foi ver. Pasmem! Ford nunca foi à Fordlândia depois de construída.

Algumas imagens antigas de Fordlândia do fim da década de 20.






















Fordlândia atualmente:


 

































  














 





































Fontes da pesquisa:

http://www.panoramio.com/user/65691?with_photo_id=23362196

http://www.fordlandia.com.br/Fordlandia/Fordlandia_hoje.html

http://www.fordlandia.com.br/Fordlandia/Fotos_atuais.html

http://www.flickr.com/photos/bernardoborges/sets/

http://en.wikipedia.org/wiki/Fordl%C3%A2ndia

http://www.flickr.com/photos/thehenryford/sets/72157623342733670/

http://maniadehistoria.wordpress.com/a-borracha-e-o-mercado-global/

Vídeos e reportagens interessantes:

Um documentário maravilhoso e completo sobre a cidade. Muito bom mesmo.




34 comentários:

  1. Incriveis imagens! parabéns ao fotografo! o abandono deste lugar é inspirador!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Eu gostaria que o sonho de Henry Ford tivesse sido concretizado no Brasil e que se espalhasse pelo país todo. A nossa cultura hoje, talvez seria outra. Acho fantástica a arquitetura americana. Essas pequenas casas, por mais simples que sejam, já estão em um patamar muito acima dos padrões nacionais. Enfim, pena não ter dado certo e as autoridades ignorarem um patrimônio nacional. O lugar é incrivelmente lindo. Obrigado pelas belas fotos. Inspirador!

    ResponderExcluir
  4. Deve cuidar destes patrimônios que por certo estão no abandono..mais sim mantelos etc..

    ResponderExcluir
  5. Obrigado Henry Ford e a todos que juntos fizerão esta história... por ter trazido o progresso para o Brasil...embora não teve assim muito sucesso que o tanto que esperava ter...mais o importante foi sua iniciativa e sua coragem etc..fortes abraços a todos...Deus voz abençoe

    ResponderExcluir
  6. O Brasil deveria ter cedido 100000 vezes uma área igual a essa para Adolph Hitler, e teríamos evitado a 2a. guerra. O desastre seria o mesmo e hoje os Alemães seriam mansinhos...mansinhos...
    Como diz a piada: Cêis vão ver o "povinho" que vou por lá...

    ResponderExcluir
  7. o governo poderia revitalizar esse lugar que é realmente lindo... é triste ver esse parimonio se acabando com a ação do tempo enquanto tem um monte de gente sem ter onde morar

    ResponderExcluir
  8. Nunca tinha ouvido falar dessa iniciativa do Henry Ford. Achei fantástico a divulgação.Parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar dessa iniciativa do Henry Ford. Achei fantástico a divulgação.Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Acho estranho alguns brasileiros defenderam essa ideia absurda de imposição de cultura, metodologias de controle ideológico e cultural por uma sociedade notadamente exploratória como foi a intenção de Henri Ford , do domínio dos EUA na América Latina e da submissão do estado brasileiro. O progresso nunca vingou porque visava somente a riqueza dos que produziam; e eles em nenhum momento respeitaram a cultura e a natureza local. O castigo desse projeto mal elaborado veio em forma de tragédias da natureza e da revolta humana. A História e a verdade nunca é é em vão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O projeto não vingo porque o povo ali era ruim de lida!!!! e não mudo muito hoje em dia, a cultura por estas bandas ali é deitar numa rede e deixar o dia passar oooh belezaaa!!!

      Excluir
    2. Der Wolf, pesquise mais antes de sair por ai falando sobre algo que não sabe!
      Para a infelicidade de Ford e de outros que sonharam com isso foi a questão de ser em solo amazônico, onde o método utilizado por ele para plantio não vingaria por muito tempo nem com a tecnologia que temos hoje em dia sem um estudo técnico.

      Excluir
    3. tipico pensamento cheio de esteriótipos "povo ruim de lida" "deitar numa rede e deixar o dia passar"

      Excluir
  12. Apoiado. Norte americano é explorador e não faz nada que não for em benefício proprio

    ResponderExcluir
  13. Que bom que foi evitada a submissão do estado brasileiro perante o imperialismo opressor yankee, não é mesmo? Como é bom viver num país que hoje não é afetado pela alta do dólar, nem pela baixa do preço do petróleo nos EUA, nem pela turbulência que vive a economia chinesa... Mas tudo bem, o importante é que os imperialistas que só pensam em si ficaram longe do nosso território. Empresários gananciosos, levem desenvolvimento apenas para os países abertos a investimento externo! Por aqui estamos bem demais dependendo da boa vontade do estado onipresente e sua conta que não fecha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ponto muito bem observado, mas faltou citar já na quela época seguir um plano, pensar em desenvolvimento, pra que?? seguir um horário de trabalho... é exatamente como hoje se o brasileiro pode da nó no serviço ele da mesmo e não faz cerimônia!!! e aquela história vamo curti o carnaval e o resto doa ano que se dane!!! o feriado tá chegando... vamo antecipa ele, e festa!!! tendo peixe e farinha de mandioca... ta loco de baum soo!! e o resto é só bolsa família... so brasileirooo empurro com a barrigaaaa!!! Comentário a parte as fotos são bárbaras parabéns pelo registro uma pena um empreendimento tão grandioso não ter dado certo.

      Excluir
  14. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  15. 5
    Pessoal só olha as fotos pelo visto , só pode, pra ficar elogiando o Ford!

    Fizeram foi bem certo quebrar relógio ponto, fugir a noite de barco pra irem em prostibulos, beber etc!

    O cara só faltou dar toque de recolher! Instruiu Lei seca, comida americana e toda a cultura deles! Ficavam os funcionários dele o dia todo na lida pesada se alimentando a base de principalmente hambúrguer e cereais.

    Deveria ser proibido o governo ceder, aliás, vender, que é ainda pior extensões de terras pra estrangeiros criarem uma cidade, pra piorar a má administração dos nossos políticos, deixaram a cidade como esta, abandonada e saqueada!
    Enquanto a história poderia ter ainda ainda hoje outro final.
    Poderiam reestrutura a cidade para o turismo, transformar as casas em pousadas e chalés, divulgar pro mundo todo e teríamos com certeza um local muito visitado e poderiam se manter apenas do turismo.

    É Henry Ford! Não é qualquer pessoa, é a história de fracasso do gênio inventor, empreendedor etc.

    A própria Ford poderia assumir
    isso,e mudar a história.

    ResponderExcluir
  16. oi, galera! ó, pode comentar à vontade, só não aceito xingamentos. eu retiro o comentário.
    fiquem em paz.

    ResponderExcluir
  17. A primeira vez que ouvi falar dessa história foi guando estava no colégio, onde a professora de física Seusi fez com que todos chorassem de emoção!

    ResponderExcluir
  18. Conheci esta historia a poucos dias no curso de Ciências Contábeis, Preciso Saber o Porque deste magnifico projeto desenvolvido por ford não ter progredido? e o porque da cidade esta esquecida?

    ResponderExcluir
  19. O Brasil não merece os governo que a muito vem desgovernando.. 100 anos se passaram, e brasileiros não experimentaram o que é prosperidade..as fotos revelam a verdadeira intenção de Henry Ford.. Ele, antes de Dr. Rey sonhavam em ver o Brsil com dignidade para as classes mais pobres.. Triste ver Obam e agora Hillary vindo para destruir o sonho americano.. Socialismo não suporta ver todos bem, todos com direitos a uma vida abençoada.. O comunismo que eles pregam somente serve para nivelar todos na pobreza, e seus lideres na luxuria.. Infelizmente o dinheiro tem sido o deus da maioria dos lideres evangéliocos, católicos e 95% dos políticos brasileiros.. Tudo super faturado.. Eu entendo que a 100 anos o Brasil poderia ter tido o início de um grande ciclo de prosperidade.. Mas ainda podemos ver casas de barro com cobertura de palha.. mulheres lacando roupas a margem de rios, ruas sem pavimentação, esgotos a céeu aberto.. filas de pessoas morrendo nos hospitais, milhares de municípios fazendo caravanas para atendimento médico na capitais.. prefeitos inértes, que nem banheiro sequer controe em rodoviárias, quando tem rodoviárias .. Sem postos de saúde, uma vergonha essa mentalidade miserável.

    ResponderExcluir
  20. Como tem gente que fica lamentando isso não ter dado certo ? Da vergonha de morar em um pais com pessoas BURRAS assim, chupa rola de gringo mesmo... inacreditavel
    Não que eu seja contra o capitalismo, pelo contrario sou muito a favor, afinal humanos são capitalistas de natureza mesmo né ? hahaha
    O Estados Unidos é o REI do capitalismo, acham mesmo que um cara como Henry Ford iria fazer uma cidade INTEIRA visando melhoras no brasil ? Gente, coloquem uma coisa na cabeça de voces, nada nesse mundo é feito só pelo bem, ele colocou uma cidade inteira aqui, pq valia a pena pra ele, nada mais. E ainda quis impor as culturas estadunidenses, cagando pra cultura brasileira..
    Pessoas que acreditam nesse tipo de coisa, devem acreditar que o EUA ta indo la pro oriente médio salvar os paises dos terroristas pq eles são bonzinhos e só querem a paz mundial kkkk
    Ensinam nas escolas que esse tal de Henry foi um cara foda, revolucionou e fez o bem trazendo prosperidade e lalala e tem gente que acredita que ele fez isso para o bem dos outros kkkkk
    Ele só fez o que um bom empresário faz, reduzir custos e aumentar produção, não é pro bem de voces funcionários não, é pra empresa crescer mesmo, acordem...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se o Brasil fosse essa maravilha que vc descreve não estariamos como estamos, porque será que os EUA é potência e o brasil está anos luz disso? kkkk pago pau sim, chupa rola de gringo sim porque são inteligentes e prosperam e aqui? pais cheio de problemas, violência politicos corruptos desemprego desigualdade absurda entre milhares de outras coisas. Eu e a maioria admira quem prospera já vc morre de inveja pelo o que vc mesmo escreveu... Acorda vc para a realidade desse Brasil Silkey. (muda essse nick é grigo, vc não odeia tanto a cultura inglesa?) kkk coloca zé mané atrasado (a)

      Excluir
    2. Concordo. Só um cego para crer q o brasil é tao evoluido e os eua sao o problema..
      somos tao avancados que elegemos um analfabeto para presidencia,

      Excluir
  21. Gente que lugar apaixonante e inspirador, que pena que não deu certo. Mas poderia manter esse patrimonio ou fazer uma estancia, um museo de historia, ou qualquer coisa que manteria como monumento histórico.

    ResponderExcluir
  22. Realmente uma pena não ter dado certo, talvez hj o Brasil teria uma cultura mais honesta principalmente no meio politico, e não adianta dizer que o Brasil se saiu bem porque não é verdade o pais sempre sofre com a alta do dollar e é influênciado de várias maneiras pelos EUA só nunca vai pra frente pela cultura politica podre que jamais irá ser honesta. pais mergulhado no desemprego atualmente, recessão impostos exorbitantes os malditos PTralhas acabou ainda mais com o pais.

    ResponderExcluir
  23. Li em algum lugar que a forma de plantio da seringueira foi equivicada.
    Ela, como é na natureza, está protegida de possíveis pragas e da forma como foi feita, em terreno limpo, fez com que a planta ficasse a mercê destas pragas.
    De qualquer forma eles queriam impor sua cultura, o que não foi bem recebido pelos nativos.
    Graças a Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabens aos nativos?
      hje a ford produz bilhoes nos EUA e o estado do Pará é pobre e vive numa guerra civil rural...

      Excluir
  24. Li em algum lugar que a forma de plantio da seringueira foi equivicada.
    Ela, como é na natureza, está protegida de possíveis pragas e da forma como foi feita, em terreno limpo, fez com que a planta ficasse a mercê destas pragas.
    De qualquer forma eles queriam impor sua cultura, o que não foi bem recebido pelos nativos.
    Graças a Deus!

    ResponderExcluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS