sábado, 2 de novembro de 2013

Os museus esquecidos do Japão


Olá, gente boa!
Como havia falado, vocês vão também gostar muito dessa postagem sobre os museus.
Tem uma variedade interessante na postagem, e tem até coisa imprópria para menores e pessoas mais mais sensíveis a conteúdo erótico/sexual. Isso mesmo, são os dois museus do sexo ao fim desta. Coloquei um aviso mais abaixo. Não percam os vídeos dos museus. Também no fim. Divirtam-se!

Japan Snake Center
Um pequeno museu das cobras - que também foi um laboratório - está localizado em um centro de pesquisa decadente, mas que ainda funciona. É um velho barraco abandonado escondido, cheio de cobras mortas e mais alguns sapos e tartarugas que antes eram expostos às visitas estudantis. Se alguém é pego traficando cobras em Narita, elas provavelmente irão para o centro de pesquisa e terão seu fim neste museu/laboratório.














Fonte da pesquisa:


Museu de carros antigos Nigata
A Prefeitura de Niigata possui um museu de carros e motos antigos que, por razões desconhecidas, foi fechado. São apenas cinco carros enferrujados (antes eram em maior número), dois da Ford, um Mercedes, Chrysler e Nissan. 



































Fonte da pesquisa:


Museu de Vulcanologia no Japão
Um dos vulcões mais ativos do Japão está localizado nas montanhas de Gunma, e é chamado Asama. A primeira erupção ocorreu há mais de 1.300 anos atrás, e ao longo dos séculos seguintes, o vulcão mostrou seu terrível "temperamento" centenas de vezes. Uma das maiores erupções ocorreu em 1783, destruindo 50 aldeias vizinhas, matando dez mil pessoas. A última erupção foi registrada em fevereiro de 2009. Apesar deste perigo, em 1967, no sopé do vulcão foi construído como um museu dedicado a ele e à Vulcanologia - ciência que estuda as atividades vulcânicas. O museu não era popular, mas funcionou por várias décadas. No verão de 1993 foi fechado com tudo dentro. Depois de quase 20 anos de abandono o lugar ainda recebeu muitos visitantes, como todo local abandonado. Curiosíssimo!

















 






















Fonte da pesquisa:


Museu na mina de cobre ASHIO
Um museu em memória das minas de cobre do Japão feito dentro de uma ex mina de cobre. Nela o visitante conhece sua história, que começou em 1610 quando dois agricultores - Dzifu e Kura encontraram a mina de cobre. Depois que a mina ficou sob o controle do shogunato várias pessoas trabalharam. Primeiro, os mineiros diretos, armados com martelos e talhadeiras que eram cerca de uma centena de pessoas; as pessoas que transportavam o minério extraído para a superfície e; os operários que construíam e reparavam o teto da mina e também cuidavam do saneamento do local.Todo o processo da mineração ocorrida no passado e o cotidiano das pessoas que trabalhavam nela é mostrado através de bonecos de cera com seus olhares e movimentos congelados. Sinistro demais.




















Fonte da pesquisa:


ATENÇÃO:
SE VOCÊ FICA FACILMENTE OFENDIDO POR CONTEÚDO ERÓTICO/SEXUAL OU É MENOR DE 18 ANOS, EU RECOMENDO FORTEMENTE QUE VOCÊ SE DIRECIONE PARA OUTRAS POSTAGENS.

Quero mostrar pra vocês dois museus fantásticos que tem como tema o sexo.


Museu do sexo - Mansão dos tesouros ocultos
No Japão abriga vários museus cujo tema é o sexo. Este museu foi inaugurado em 1978 e permaneceu em atividade por 20 anos, quando, infelizmente, foi fechado em 1997. O museu não tem janelas, tornando seu interior uma escuridão total. Mas com uma lanterna pode-se perceber que o visitante está cercado por verdadeiras obras de arte: esculturas num templo que exalta o gozo eterno e fertilidade. O local já foi roubado, e peças as peças mais importantes e menos pesadas já foram levadas pelos vândalos. 
Inaugurada em 1 de Outubro 1978, a Mansão do tesouro escondido estava no negócio há quase 20 anos antes de ser fechado no segundo semestre de 1997.  
















































Fontes da pesquisa:






O segundo museu do sexo
Segundo museu do sexo (se você é facilmente ofendido por conteúdo erótico/sexual eu recomendo fortemente para passar para outra postagem)
Chamado de a Casa Hokkaido dos tesouros escondidos, este museu é bem menor que o anterior, porém seu conteúdo é mais explícito.
Na década de 1960 praticamente todas as 47 províncias do Japão tinham um museu do sexo , geralmente localizado em uma pequena cidade balneário ou em algum lugar nas montanhas. A pornografia impressa, quando se tornou amplamente disponível no Japão, fez com que começasse o declínio dos "museus do sexo". A internet terminou o trabalho. Hoje em dia existem apenas um punhado de museus do sexo no Japão - a maioria deles são coleções de arte bizarra e estranha - os quais estão lutando pela sobrevivência. O Hokkaido Casa dos Tesouros Escondidos foi inaugurado no momento em que outros museus do sexo começou a fechar (1980) e foi equipado com a última tecnologia da época - incluindo uma enorme vagina 3D , feita plástico , uma lente gigantesca e um espelho ), mas não resistiu às crises econômicas e fechou em 200. Foram levadas várias estátuas de cera que existiam no local, uma era de Marilyn Monroe. Outra diferença deste museu do sexo para os outros, além dos bonecos de cera, eram os animais empalhados em cenas de coito: cavalos, alces , zebras, javalis , leões , macacos, todos os tipos de pássaros. Além disso havia pinturas, desenhos, um jogo de tiro chamado " francês Ponpon " ( 5 disparos com uma arma : 100 Yen) , um enorme pênis vibrando para sentar, esculturas, templos ( dedicados a nascimento ou equipados com estátuas em forma de pênis ) e uma cena de figuras de cera em uma cena de floresta bizarra - estrelado por um demônio vermelho grande (com um surpreendente pequeno pênis ) e uma mulher nua , sendo vigiados por animais de acasalamento . Outro jogo estranho fazia os participantes disparar jatos d'água de um enorme pênis de ouro em uma boneca do sexo feminino nu. na verdade o museu era um logal de diversão e jogos, tendo o sexo como seu único tema.























Fonte da pesquisa:



Vídeos dos museus:



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei todos os museus, e eles estarem abandonados é um desperdício!
    Esse segundo museu de sexo podia existir no Brasil, ele é bem engraçado e diderente. E depois desses museus de sexo, entendo porque a Yayoi Kusama (artista japonesa em exposição no CCBB RJ) tem mania de falos. Japones curte um pênis, viu? Haha
    Mais um post fantástico e muito interessante, parabéns!

    ResponderExcluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS