sexta-feira, 20 de junho de 2014

Abandonados e submersos

Postagem atualizada em 20 de junho de 2014.

Olá, gente boa!
Vejam que interessante: nos EUA há um cemitério submerso (!). Isso mesmo. Você pode prestar suas homenagens ao ente querido numa cerimônia subaquática bem original. Não é legal? E também descobri alguns santos submersos. Geralmente eles são colocados para servirem de proteção aos locais em que estão. Muito interessante, vamos lá!

Neptune Memorial Reef - Costa de Key Biscayne , Flórida
O Neptune Memorial Reef foi concebido por Gary Levine e projetado pelo artista Kim Brandell. Conhecido também como Projeto Atlantis ou o Atlantis Reef, a construção abrigaria um mausoléu submarino. Cobre mais de 65.000 m² a uma profundidade de 40 pés. O projeto simula uma pequena cidade com estradas submersas levando a uma praça central com bancos e estátuas.  O cemitério submarino acomodaria 850 restos - cremados - com um objetivo final de mais de 125 mil restos mortais. As cinzas seriam misturadas com o cimento que formariam as placas memoriais.
O recife artificial Memorial Reef foi construído para suportar tempestades das mais fortes, mas na passagem do furacão Andrew - de categoria 5 - varreu o memorial, exigindo uma re-engenharia no mesmo.
Os 65.000 m² de recifes artificiais no fundo do oceano foram projetados tanto para ser uma casa para a vida marinha como também um destino para mergulhadores. Velejadores e mergulhadores são bem-vindos, mas não a pesca. Agora que recifes de coral têm se desenvolvido no local, a Neptune Society Memorial Reef pode ser corretamente identificado como um recife de coral.
Infelizmente, o grupo Atlantis e Neptuno se desentenderam e cortaram relações, o que fez com que a construção do recife parasse. Os moldes foram destruídos e não houve adições desde então.



















Fontes:





Vídeos:








Santos submersos
Duas Virgens Marias e um Menino Jesus.

O Jesus Menino e a Virgem Maria de Bohol, Philippines
As estátuas religiosas de Nossa Senhora de Danajon e Sto. Niño foram erguidas em 8 de Setembro e 18 de Outubro de 2010, respectivamente. Estas estátuas foram posicionadas a 60 pés abaixo da superfície do mar para lembrar os pescadores ilegais que Deus também criou os mares.

Virgem Maria de Bohol







Vídeos:


Jesus Menino







Vídeos:




Fontes:







A Virgem Maria da Ilha Mulheres, México





Fontes:





Atualização anterior:
Postagem atualizada em 05 de abril de 2014.

Olá, gente boa!
Como estou gostando desse tema e andei descobrindo mais coisas. Os recifes artificiais são polêmicos, pois levantam a questão sobre sua finalidade: são importantes mesmos para o manejo de áreas degradadas ou são apenas depósitos de lixo? 
Grandes objetos estão sendo colocados no fundo dos mares com o pretexto de se tornarem recifes artificiais - isso é uma coisa - e artistas criam estátuas e ruínas falsas que também estão sendo postas nos mares - isso é outra coisa. Não podemos comparar imensos radares, aviões, e parafernálias metálicas se degradando no fundo do mar com estátuas de concreto próprio para estarem no fundo do mar e que, além de servirem de atração para mergulhadores e visitantes, cumprem a função de se transformarem em habitat para as espécies sem poluir ou degradarem-se com o tempo. 
Há muito tempo atrás encontrei essa imagem que, em muitos sites - em quase todos - seria da estátua de um cristo na Itália:


"O Cristo do Abismo", esse é o nome dessa imagem que, em uma simples pesquisa, é muito fácil de encontrar na internet. Porém, nas mesmas postagens encontrava esse cristo aqui, como sendo o mesmo "Cristo do Abismo":


Rapidamente notei duas coisas óbvias: os braços estão arqueados de forma diferente, e a escala do primeiro é bem maior que a do segundo. Lógico que fui atrás de tudo isso e descobri também outros cristos submersos e algumas coisinhas a mais sobre recifes artificiais. Vamos lá!

A Sereia das Ilhas Cayman
Deve ser o máximo mergulhar e encontrar uma estátua ou uma série delas lá no fundo, perto dos peixes, tomada pelo tempo... Diretos das Ilhas Cayman apresento a sereia submersa:










Fontes:








O Cristo do Abismo - San Frutuoso - Ligúria
No mar Mediterrâneo, na Riviera Italiana, encontra-se esta estátua com 2,5 metros de altura e submersa à profundidade de 17 metros da superfície. 
A escultura foi criada pelo escultor Guido Galletti e posta no mar em 1954. Vários outros moldes dela estão espalhados pelo mundo, tanto embaixo d'água quanto em igrejas. Retrata cristo oferecendo uma bênção aos céus. A estátua de barro original menos as mãos foi localizado em uma fundição em 1993. Isso agora está em exibição com as mãos de reposição no Museu Nacional de Atividades Subaquáticas em Ravenna, Itália.
Devido à crescente quantidade de corrosão e o crescimento de crustáceos , a imagem foi removida da água e restaurada em 2003. A mão que tinha sido destacado por uma âncora, também foi substituído. A estátua foi devolvido à água com uma nova base em 17 de julho de 2004.
A segunda escultura em bronze fundido a partir do mesmo molde existe na costa de St. George, Grenada. Foi um presente da marinha de Gênova para o auxílio no resgate da tripulação do navio italiano Bianca C destruída pelo fogo no porto de St. George. A escultura foi colocada debaixo de água em 22 de outubro de 1961.
Um terceiro bronze do molde original apresentado à Sociedade Underwater of America , em Nova York, em 1962. Em 25 de agosto de 1965 foi colocada aproximadamente em 25 metros de água ao largo da costa de Key Largo, Flórida . Ele está localizado em torno de rochas secas , cerca de seis km a leste de Key Largo , no John Pennekamp Coral Reef State Park . Enquanto a estátua pesa cerca de 260 kg, a base de betão na qual ela está ligada pesa cerca de 9 toneladas.
Desvendado o mistério, vamos aos Cristos submersos.

 


Cristo de Key Largo - Flórida
A réplica do Cristo do Abismo italiano.





Cristo junto do navio naufragado Águia Imperial - República de Malta
Esta estátua possui 3 metros de altura e 3 toneladas. Foi abençoada pelo Papa João Paulo II e afundada em 1990, perto da Ilha de São Paulo. Em 2000 a estátua foi realocada ao lado do navio afundado, em outra parte de Malta.






O Cristo de Cozumel
O mais diferente de todos E o mais dramático. Sua magreza exposta impressiona e assusta.










Há vários outros cristos submersos, muitos deles réplica do italiano. Porém, encontrei mais dois que fogem dos padrões do Cristo de São Frutuoso:

Cristo de San Pedro em Belize



Cristo de do Parque Subaquático de Esculturas de Granada



Fontes:
























Vídeos:













Postagem anterior:


Postagem atualizada em 30 de março de 2014.
Olá, gente boa!
Voltei aqui bem rápido pra mostrar um lugar fantástico. Um museu de esculturas embaixo d'água, em Cancún, México. As esculturas foram feitas pelo inglês Jason deCaires Taylor, o qual vamos comentar na segunda parte desta atualização. 

O museu subaquático de Cancún
O museu é um conjunto de estátuas produzidas pelo escultor Jason Taylor deCaires e postas debaixo d'água na costa da Isla de Mujeres, no mar do Caribe, México. O projeto começou em novembro de 2009 com a colocação de uma centena de estátuas nas águas rasas do Parque Nacional Marinho de Cancún.
As esculturas são concreto resistentes ao sal do mar -  num total de 400 esculturas - e se assemelham aos membros da comunidade local. Na verdade, as esculturas foram destinadas a tornarem-se recifes artificiais . Alguns corais foram plantados nas esculturas inicialmente, mas a natureza se encarrega de cobri-las naturalmente, devido à propagação de corais já presentes na vizinhança. Um lugar fascinante.




























Vídeos:




As esculturas subaquáticas de Jason deCaires Taylor
Nascido em74, filho de pai Inglês e mãe guianense, Taylor cresceu na Europa e na Ásia, onde passou grande parte da sua infância explorar os recifes de coral da Malásia. Educado no sudeste da Inglaterra, Taylor se formou no Instituto de Artes de Londres, em 1998, com um BA Honours em Escultura e passou a se tornar um instrutor de mergulho completo e naturalista submarino. Com mais de 18 anos de experiência de mergulho em seu cinto, Taylor também é um premiado fotógrafo subaquático, famoso por suas imagens dramáticas, que captura os efeitos metamorfoseando do oceano em suas esculturas em evolução.
Em 2006, Taylor fundou e criou o primeiro parque de esculturas submarino do mundo. Situado ao largo da costa de Granada, nas Antilhas, o qual está listado como um das Top 25 Maravilhas do Mundo pela National Geographic. Sua mais recente criação é MUSA (Museo de Arte subacuatico), um museu monumental com uma coleção de mais de 500 de suas obras escultóricas, submerso na costa de Cancún, no México, descrita pela revista Forbes como um dos destinos turísticos mais exclusivos do mundo. Ambos os ambiciosos, obras públicas permanentes têm um aspecto prático, funcional, facilitando as interações positivas entre as pessoas e os habitats subaquáticos frágeis e, ao mesmo tempo, alívio da pressão sobre os recursos naturais.
A arte de Taylor é como nenhum outro, um paradoxo da criação, construído para ser assimilado pelo oceano e transformou a partir de objetos inertes em viver respirando recifes de coral, retratando a intervenção humana como positivos e incentivadores da vida subaquática. Numerosas publicações e documentários têm caracterizado o seu trabalho extraordinário, incluindo a BBC, CNN, entre outros. Hoje, o Guardian, Vogue, New Scientist e o Discovery Channel, mas nada consegue fazer justiça à natureza efêmera de sua arte, pois cada visita real para seus locais é único e sujeito ao ambiente dinâmico, flutuando sobre o oceano e sempre mudando. Sempre sendo mudado plea natureza. Imperdível!







































Fontes:

















http://www.underwatersculpture.com/

Mais vídeos sobre o escultor e seus trabalhos:





Atualização anterior:

Olá, gente boa!
Quando fiz a postagem sobre as cidades submersas (http://www.lugaresesquecidos.com.br/2014/01/as-cidades-submersas-esquecidas.html) surgiram várias outras coisas sobre abandonado e submerso, mas duas matérias me chamaram mais a atenção. Uma foi o estado atual do Titanic. Mergulhadores com altas tecnologias de sensoriamento remoto - scanners, radares, etc - e produziram imagens fantásticas; e outra foi que mergulhadores, agora em março, exploraram um avião da segunda guerra mundial afundado de propósito nos mares da Turquia em 2009.

Titanic - estado atual
Apesar de terem sido feitas em 2012, só recentemente as imagens foram liberadas.













Fonte:


Avião da II Guerra Mundial

O Douglas DC-3 Dakota, avião usado para transportar regimentos de pára-quedistas turcos na Segunda Guerra Mundial, hoje se encontra no fundo do Mediterrâneo - seus motores de hélices gêmeas estão enferrujados e coberto de corais. Ele está a 21 metros abaixo da superfície, foi deliberadamente afundado em águas do Cas, Turquia, em julho de 2009 para criar um parque subaquático para mergulhadores.














Fonte:

5 comentários:

  1. Eu já entrei num Douglas desses. Tem um parque aqui no Ce que tem um desses em exposićão e deixa a gente entrar nele. É um DC 30 tb que voou como táxi aéreo até 1991. O ano dele é 1939.

    ResponderExcluir
  2. Essa postagem é linda e, ao mesmo tempo, assustadora. O avião e o Titanic afundados me passam uma ideia interessante, mas as esculturas são assustadoras, imensas! Eu teria medo de nadar nesses lugares sabendo que elas estariam logo abaixo. Apesar de tudo, são lindas, um trabalho fenomenal.
    Parabéns, post fantástico e bem estruturado.

    ResponderExcluir
  3. Seu blog é super interessante! Parabés!!

    ResponderExcluir
  4. Vc já viu a Madonnina de Lampedusa? É linda!

    ResponderExcluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS