sábado, 24 de maio de 2014

Os anti lugares de Brasilia e o abandono sem fronteiras.


Olá, gente boa!
Estamos com quase cinco anos de blog e ainda neste ano completaremos um milhão de acessos. Isso é muito bom e fico grato aos leitores que me seguem e sempre estão passando por aqui. É um trabalho que desenvolvo com muito afeto e o nome que criei - Lugares Esquecidos - já é bem comentado por aí. Graças a vocês.
Quero então mostrar numa só postagem os lugares abandonados que visitei aqui na capital do país, que pesar de ser uma cidade relativamente nova - 54 anos - em seu processo de amadurecimento e estabelecimento como capital do Brasil, já possui seus lugares abandonado, como toda cidade. Nisso Brasília se compara a qualquer outra cidade brasileira e mundial - a geração de anti lugares ou não lugares.
"O não-lugar é diametralmente oposto ao lar, à residência, ao espaço personalizado. É representado pelos espaços públicos de rápida circulação - como aeroportos, estações de metrô e pelas grandes cadeias de hotéis e supermercados..." (Marc Augé). Nesse contexto também se insere o local abandonado na cidade, pois, depois de esquecido, torna-se forçadamente um espaço público de rápida permanência por vários personagens que já conhecemos muito bem: os sem tetos, viciados, pessoas mal intencionadas, pessoas que vão para se reunir sem intenção do mal, fotógrafos, exploradores urbanos, vândalos, curiosos, casais e por aí vai.

As Ruínas da UNB
Vamos começar pelo primeiro lugar que visitei e que foi também a  primeira postagem do blog. 
Construído durante o período militar militar pela Escola Superior de Guerra (ESG), instituição responsável pelo planejamento estratégico da defesa e da segurança do Brasil. O prédio abrigaria a sede da escola, hoje localizada no bairro da Urca, no Rio de Janeiro. No governo de Emílio Garrastazu Médici, foi aprovada a transferência da escola e a obra iniciou-se no ano seguinte com um projeto de Sérgio Bernardes, arquiteto que responsável pelo mastro da bandeira, na Praça dos Três Poderes, e o Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília.
O prédio de Bernardes seria de três pavimentos, 140 metros de extensão e 20 metros de largura nas extremidades de um triângulo chanfrado nas pontas. Teria 5 auditórios e muitas salas de uso administrativo e pedagógico. A construção, instalada na beira do Paranoá, ficaria, em parte, dentro da água - uma inovação para a época. O prédio comporia um plano urbano-paisagístico acrescentados de bosques e gramados, segundo o autor do projeto. O projeto, porém, nunca seria concluído. Como o arquiteto propusera uma aproximação com estudantes e com a universidade numa abordagem conceitual diferente para o projeto da escola, da noite para o dia, todos os projetos de Bernardes foram cancelados, e sem o dinheiro previsto, o arquiteto se viu imerso em dívidas, declarando falência de seu escritório nesse mesmo período. Os ditadores militares não toleraram as ideias "comunistas" do arquiteto.
O imóvel hoje tomado, em parte, pelas águas do lago, faz parte do programa Brasília Cidade Parque, administrado pela Secretaria do Meio Ambiente e pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram), mas ainda não há previsão de obras na área.










































Fonte:


Os clubes abandonados

Clube primavera
Esse clube foi muito frequentado nos anos 80 e, depois de falir e ficar anos abandonado, vai ser demolido e em seu lugar surgirá um parque urbano. Uma boa solução de re-ocupação do espaço deteriorado. O importante é devolver essa área aos habitantes da cidade, uma ação que aumentará a qualidade de vida da população local, principalmente. Triste fim do Clube Primavera.










































































Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2013/06/clube-primavera-taguatinga-df.html

Clube do Servidor
Esse lugar é imenso e possui prédios fantásticos. É um complexo composto por um salão principal - a entrada do clube - um salão de festas com toda a infraestrutura de cozinha, banheiros, sala; possui 3 piscinas e seus subsolos de casas de máquinas... um cenário assustador; há também os prédios de apoio que em cima funcionava uma lanchonete/cozinha e em baixo os banheiros, completamente detonados; outro prédio sinistro é o que fica ao lado de uma das casas de máquinas da piscina de competição onde seus subsolos abrigavam saunas e vestiários, os quais hoje são frequentados apenas pelos morcegos, que são muitos; por fim o deck de ancoragem dos barcos, já que o clube fica à beira de um lago, um prédio caindo aos pedaços e sendo engolido pela vegetação.
Corredores escuros em ambientes úmidos e sombrios, piscinas abandonadas, prédios fantásticos e uma solidão tranquila de beira de lago. Esse é o antigo Clube dos Servidores.







































































































Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/02/clube-dos-servidores-brasilia-df.html

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/04/clube-do-servidor-brasilia-df-parte-2.html


Aquaplay
Bem perto de Brasília encontrei esse lugar decadente. Um parque aquático que não evoluiu e ficou para trás. Má localização, poucos atrativos, concorrência forte de parques aquáticos mais modernos e aparelhados que ele, má administração, fizeram com que o Aquaplay fosse abandonado. Hoje ele não passa de um morto vivo na beira da estrada.
As rampas do slide foram queimadas e as cinzas da fibra de vidro estão pelo chão. Percebe-se logo de cara que o projeto do parque é fraco, ou foi mal executado. A principal atração devia ser mesmo o tobogã, pois os outros elementos parecem perdidos no conjunto: uma imensa rampa de escorregar, de cimento, que desemboca numa piscina rasa que possui uma imitação de colunas gregas muito duvidosas; uma outra piscina maior com dois mini tobogãs em forma de animais - garça e hipopótamo - com um "castelinho" em sua borda; as cabanas de hospedagem; a churrasqueira e só. Na boa, quem frequentaria esse lugar? respondo: as pessoas que estava de passagem pela estrada. Esse foi o único público que esse lugara atraía, muito pouca gente para sustentar o empreendimento.








































Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2013/12/aquaplay-international-park-luziania-go.html

O Parque da Cidade
O Parque da Cidade de Brasília é um paraíso para quem curte lugares abandonados. Há tantos, mas  só mostrarei os mais conhecidos pois por todo o parque circula um clima de decadência.Tirando a pista de corrida/ciclovia o resto está se deteriorando por causa da pouca manutenção. São vários parquinhos infantis, campos de botcha, quadras, um lago enorme, churrasqueiras, e vários outro elementos que compõem o parque. Todos velhos e muitos até perigosos. Quando cai a noite esse cenário fica ainda mais assustador. Tenham muito cuidado ao ir lá, frequentem-no apenas de dia.

A piscina com ondas
Uma piscina movida a ondas. Uma inovação no Brasil e na capital, para a época em que foi implantada no Parque. Sucessos em décadas anteriores, nos anos 90 já estava bem decadente. As ondas já não funcionavam mais e poucos frequentadores se arriscavam a se banhar nas águas suspeitas dessa piscina. Sem manutenção alguma, acabou fechando de vez.
















Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/02/piscina-com-ondas-do-parque-da.html

O posto de aluguel de bicicletas
Ainda lembro dos quadriciclos com pessoas pedalando pela pista do parque. Eram cobertos e juntamente com o aluguel de bicicletas tornava o passeio pelo parque muito mais interessante. No lago também havia o aluguel de pedalinhos - hoje, o prédio dos pedalinhos não existe mais, foi destruído.

























Chafariz da antiga "Feira dos Estados"
A Feira dos Estados consistia em um pavilhão de exposições no qual seriam colocados representantes dos estados brasileiros que venderiam as especialidades de cada região. Na frente um belo chafariz que encantava e, que hoje serve de abrigo aos sem teto que frequentam a área. Uma escada bem sinistra leva ao subsolo escuro e molhado.
























A praça das fontes
Esse lugar! Vocês não fazem ideia de como era essa praça funcionando. Seu paisagismo e seu projeto trazem o traço inconfundível de Burle Marx e, nela, o arquiteto criou vários espaços que se espalham em níveis diferentes e proporcionam uma contemplação singular da praça em qualquer lugar que o visitante esteja. Decadente e linda, seu piso, com o desenho do artista, está bem detonado, uma pena. Seu paisagismo está se perdendo, porém, ainda resiste. Força da natureza e de Burle Marx.











Fontes:

http://www.panoramio.com/photo/42004968?source=wapi&referrer=kh.google.com

http://www.panoramio.com/photo/52466513?source=wapi&referrer=kh.google.com

http://www.panoramio.com/photo/31311025?source=wapi&referrer=kh.google.com

http://www.panoramio.com/photo/12147159?source=wapi&referrer=kh.google.com

http://www.panoramio.com/photo/92440229?source=wapi&referrer=kh.google.com

 O clube de festas
Era um espaço de festas com pista de dança/salão, bar, etc. cercado, em parte, por um lago.

 









Hospitais abandonados
Foram visitas sensacionais! o vento batendo as portas e muitos barulhos o tempo inteiro. Eles se localizam em locai nobres da cidade e os motivos de abandono estão relacionados à má administração.

INACOR






































  






Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2014/03/instituto-nacional-do-coracao-brasilia.html

Hospital São Bráz
























































Veja mais:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2014/03/hospital-fantasma-na-capital-do-brasil.html

Um galpão abandonado
Um prédio que chama a atenção e atraiu nosso interesse em conhecê-lo. Uma exploração bem interessante.




















Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2014/02/urbex-em-brasilia-explorando-um-galpao.html

Antigo Centro Islâmico
Da época da inauguração de Brasília, esse local foi consumido por um incêndio e depois abandonado. Outra mesquita foi construída em frente.














































Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/03/centro-islamico-do-brasil-brasilia-df.html

Capelinha de Oscar Niemeyer
Essa capelinha solitária é um local fantástico. Com um visual privilegiado transmite paz, acima de tudo. O arquiteto conseguiu mais uma vez, pena que em terra de Niemeyer até Niemeyer é abandonado.












Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/03/capela-esquecida-de-niemeyer.html

Vagão abandonado e Estação Bernardo Sayão
Ao ser implantando no país, o sistema de infra estrutura de transporte ferroviário crescia rapidamente e prometia ser um apoio essencial a um país de dimensões tão grandes - tanto norte/sul quanto leste/oeste. Mas o que parecia ser um auge, nas décadas seguintes, foi, na verdade, o início de uma queda que terminaria com o sucateamento total do sistema de trens e ferrovias existentes no país. Este pequeno exemplo aqui em Brasília reflete o que acontece com todo o resto das ferrovias brasileiras.








































Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/11/estacao-bernardo-sayao-nucleo.html

Parque 3 Meninas
Um lugar muito lindo com uma história de amor paterno por trás. Um pai constrói em sua chácara três mini casas de bonecas, de alvenaria, para suas três filhas. O lugar, ao longo do tempo, já teve vários usos, mas hoje repousa abandonado. Singelo.















































Veja mais em:

http://www.lugaresesquecidos.com.br/2011/05/parque-tres-meninas-samambaia-df.html

Cemitério de carros



























Veja mais em:

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/zEKzSH9eQ3w" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/YLKe2pax2bM" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/nqlKWFeH0Rg" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/sw6P3G-48cw" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/G1Fz-O4QIaU" title="YouTube video player" frameborder="0" allow="accelerometer; autoplay; clipboard-write; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture" allowfullscreen></iframe>

18 comentários:

  1. Sou simplesmente viciado em seu Blog! Sempre visito procurando novas postagens... eu acabei de divulgar em todas as redes que possuo (G+, Facebook e Twitter), você merece o sucesso... um abraço e bom dia!!!

    ResponderExcluir
  2. O Galpão a tempos tirei umas fotos lá!! Ja fui ate ele de moto. Já estava daquele grito antigamente eu vi uns caminhões abastecendo ele depois um trem pegava o q tinha lá e sumia no mundo

    ResponderExcluir
  3. Muito foda!!! Parabéns

    ResponderExcluir
  4. Fiquei maravilhada com seu trabalho. Ver o Clube Primavera com detalhes me emocionou por fazer parte da história da vida do meu pai e me deixou muito triste por não poder frequentá-lo.
    A grande questão é: quando irão transformá-lo? quem irá fazer? pois nos meus 20 anos, nunca vi nenhum administrador ou governador ter projetos e iniciar nem que seja a limpeza dele.
    E gostaria de saber, em quais bairros são os hospitais?
    Parabéns! Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa pergunta, gabriela.
      quanto aos hospitais, um fica no lago sul e o outro na asa sul.

      Excluir
  5. parabéns pelo trabalho e pelo brog. Nossa adoraria visitar esses lugares a noite, principalmente os hospitais. Tenho um lado meio caça fantasmas, adoro serie nesse estilo.
    Sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito grato, luiz.
      olha! tem que ter muita coragem para ir à noite nesses lugares. vc é um cara corajoso.

      Excluir
  6. Gostei muito! Por favor, coloque o lugar das reportagens para q possamos localizar imediatamente.

    ResponderExcluir
  7. mano. To de cara com tantos lugares abandonados. Uns eu ja conhecia outros nao fazia ideia que existiam. Valeu pelo trabalho informativo. Farei bom uso. Haha.
    Visite tb o Setor de Oficinas Sul. Oa tem mt lugar largado

    ResponderExcluir
  8. Fantástico!!!!! Parabéns pela coletânea. Virei fã!

    ResponderExcluir
  9. Olá, estou perdidamente apaixonada pelo seu blog! Irei voltar mais um milhão de vezes pois sou de goiania e sempre estou a procura de lugares assim para fotografar!
    Me chamo Jaquelinne Oliveira !

    ResponderExcluir
  10. Excelente blog! Parabéns. Como faço para visitar a capelinha Oscar Niemeyer, as ruínas da UNB e a estação Bernardo Sayão?
    Valeu!

    ResponderExcluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS