quinta-feira, 5 de junho de 2014

Cidades abandonadas - por ET's


Olá, gente boa!
Vocês sabiam que existem cidades abandonadas no nosso planeta que não são legado de nenhuma civilização conhecida? Isso mesmo! são cidades tão antigas quanto a civilização suméria, a mais antiga conhecida pelo homem. Algumas até ultrapassam essa marca e chegam a 12 e 15 mil anos de existência. Porém, o que mais intriga nessas cidades são a sofisticação de seus projetos, técnicas construtivas e estruturas megalíticas. Algumas peças inteiras de pedra perfeitamente cortada chegam a pesar 50 toneladas - os blocos de pedra das Pirâmides do Egito pesam cerca de 5 toneladas.

As cidades listadas abaixo não são comprovadamente deixadas por ET's, mas estão descartadas as possibilidades de pertencerem a alguma civilização que conhecemos. Por isso, os pesquisadores apontam suas origens para civilizações muito mais avançadas às que haviam na terra na mesma época em que as cidades foram construídas. Algumas delas são do período Paleolítico da história - de antes da invenção da roda - e eram avançadas demais para a era.

Harappa e Mohenjo Daro
Apesar das guerras e das muitas invasões, a história antiga da Índia foi em grande parte preservada. Datadas de cerca de 500 aC, as cidades de Mohenjo Daro e Harappa eram tão sofisticados e bem planejadas que arqueólogos acreditam que elas foram concebidas como um todo antes de suas construções começarem. Nas cidades havia piscinas de banhos, sistema de coleta e drenagem de água cobertos - tubulações enterradas feitas de pedra - sistema de latrinas com drenagem das águas sujas, etc.
Nada se sabe sobre a cultura dessas cidades, suas origens e fim são desconhecidos, assim como também seu dialeto e sua escrita, a qual é completamente indecifrável. E ambas cidades não foram detectadas classes sociais e não existem templos ou edifícios religiosos. Nenhuma outra cultura, incluindo as do Egito e da Mesopotâmia, revelou o mesmo grau de planejamento e desenvolvimento.







































































Fontes:

http://www.mohenjodaro.net/

http://www.mohenjodaro.net/mohenjodaroslides.html

http://www.harappa.com/

http://www.thenagain.info/Classes/Sources/Harappa.html

http://www.harappa.com/har/har0.html

Pumapunku
Pumapunku é um dos quatro arranjos estruturais da antiga cidade pré inca de Tiwanaku, na América do sul. A idade das ruínas megalíticas é extremamente controversa, pois como foram escavadas e saqueadas desde sua descoberta, os especialistas dizem que elas foram contaminadas em todas as formas possíveis. O consenso é que elas são mais antigas do que as Pirâmide do Egito, com reivindicações de 15 mil anos de idade. Até mesmo os incas não sabiam a história das ruínas. As enormes pedras usadas na construção não possuem marcas de cinzel e foram finamente cortadas para encaixar em outras. Elas foram cortadas com tanta precisão que os construtores claramente tinham um conhecimento muito sofisticado de corte de pedra, engenharia e geometria. A cidade também tinha um sistema de irrigação em funcionamento, linhas de esgoto à prova d'água e mecanismos hidráulicos. Sem registro de seus habitantes ou de seus métodos, tecnologias e processos utilizados durante a construção de Pumapunku permanecem um enigma para os especialistas.










































Fontes:

http://www.ufo-contact.com/pumapunku

http://www.abovetopsecret.com/forum/thread732575/pg1

http://blog.derestricted.com/prehistory/pumapunku/

http://www.jqjacobs.net/

http://www.gizapower.com/TechnoTour.htm

http://www.megacurioso.com.br/historia-e-geografia/36500-puma-punku-misteriosas-ruinas-milenares-parecem-obra-da-engenharia-moderna.htm

Vídeos:




Nan Madol
Às margens da ilha de Pohnpei, na Micronésia fica a antiga cidade de Nan Madol. Construída sobre um recife de coral, exclusivamente a partir de rochas basálticas colossais (alguas pesando até 50 toneladas), a cidade é entrecruzada por uma rede de canais conectados por túneis submersos. Sua escala tem sido comparada à Grande Muralha da China e à Grande Pirâmide, embora as pedras das pirâmide pesam apenas cerca de três toneladas cada bloco. Não existem registros sobre quem construiu a cidade, quando foi construída, ou por qual razão. Testes de datação por radiocarbono tem colocado a sua construção em 200 aC. A origem das rochas basálticas que compõem a cidade é desconhecida, assim como os métodos utilizados para transportá-los lá e empilhá-los numa altura de 15 metros e com espessura de mais de 5 metros. Ossos humanos descobertos por arqueólogos são muito maiores do que os habitantes locais de hoje.










































Fontes:

http://en.wikipedia.org/wiki/Nan_Madol

http://ancient-wisdom.co.uk/nanmodal.htm

http://brianvaughan.net/sailing/aries32/batch15/

http://www.panoramio.com/photo/13864508

http://www.panoramio.com/photo/64481842

http://www.panoramio.com/photo/64481842

http://www.panoramio.com/photo/3024275

http://www.panoramio.com/photo/22004368

http://www.panoramio.com/photo/64481845

http://www.panoramio.com/photo/6400847

http://www.panoramio.com/photo/51857900

Vídeos:





Goblekli Tepe
Além de remontar ao final da última era glacial (12.000 anos atrás), este complexo - recém descoberto no sudeste do Peru - tem sido chamado de "a descoberta arqueológica mais importante dos tempos modernos". Antecedendo a cerâmica, a escrita, a roda (!), e metalurgia, a sua construção implica um nível de sofisticação e complexidade, até agora, não associado às civilizações paleolíticas. Com data de construção de milhares de anos mais cedo do que Stonehenge, o site é composto por estruturas circulares (4 foram escavadas até agora) e pilares de até 18 metros de altura e pesando até 15 toneladas cada. Ninguém pode dizer com certeza quem criou o lugar ou por que, mas é preciso saber como esses supostos caçadores paleolíticos tinham conhecimentos avançados de alvenaria e cantaria - arte de talhar pedras - se eles foram a primeira civilização.























Fontes:

http://pt.wikipedia.org/wiki/G%C3%B6bekli_Tepe

https://www.flickr.com/photos/29690853@N06/with/7548654762/

https://www.flickr.com/photos/9285430@N04/with/7503874948/

http://www.pinterest.com/pin/564005553306453272/

http://www.pinterest.com/pin/564005553306453157/

http://www.panoramio.com/photo/74997046

http://www.panoramio.com/photo/36626665

http://www.panoramio.com/photo/35578498

http://www.panoramio.com/photo/35578582

Vídeos:





3 comentários:

  1. Inacreditável. Fantástica essa matéria, pois surgem mais questões ao lê-la: sobre as linguagens dessas civilizações, seus costumes e como tudo isso foi feito, mas infelizmente são questões sem resposta.
    Bom trabalho com esse post!

    ResponderExcluir
  2. Olá Renato. Gostei da sua matéria é um complexo conceito da antropologia e história. Numa perspectiva evolucionista. Observe-se que há fortes evidências para alterar tudo o que é aceito atualmente sobre a Terra e seus antigos habitantes.
    Se estas antigas histórias relatam a verdade, isto explicaria a imensidão das construções, mas o que a Arqueologia tem a dizer? Já foi encontrada alguma prova da existência de gigantes, além dos monumentos e lendas?
    A resposta breve é sim, túmulos, múmias e ossadas apareceram e desapareceram em diversos pontos do planeta, todavia, nenhum registro acadêmico de tal natureza foi tornado público.
    Eu começo a pensar se a teoria dos antigos astronautas venha a acalhar....

    ResponderExcluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS