quinta-feira, 28 de maio de 2015

Hotel Thermas Yara



Olá, gente boa. Tudo bem? Espero que tudo esteja na mais perfeita ordem, apesar dos pesares.

Construído nos anos 50 em plena zona rural de Bandeirantes - Paraná, o complexo de lazer abrigava um luxuoso e grande hotel, com piscina de água termal, um cassino, pista de pouso para aviões e podia hospedar 200 pessoas. Um hotel de arquitetura imponente que sofre a ação do tempo. Atualmente, uma batalha judicial impede que os atuais proprietários  realizem qualquer coisa no local.
Domingos Regalmuto, italiano naturalizado brasileiro, ficou rico com serrarias em São Paulo. E nos anos 30 adquiriu um grande porção de terras - mais de 500 alqueires - no sertão norte-paranaense. Logo percebeu que as águas que brotavam de suas terras tinham um odor e paladar característicos. Na década seguinte, um laudo da Universidade Federal do Paraná (UFPR) confirmou sua suspeita: as águas eram mesmo medicinais e poderiam ser usadas como terapia. 
Regalmuto passou então a engarrafar a água e a denominou "Água Mineral Yara - a 'deusa das águas''. Concomitantemente, idealizou e construiu o complexo, com a piscina termal, e um enorme hotel voltado para as classes mais abastadas. Todos os quartos possuíam banheiras e materiais de acabamento de primeira qualidade. Aqueles que não poderiam pagar os preços altos da diária poderiam acampar ou dormir em seus veículos e assim usufruir das maravilhas medicinais terapeuticas das águas e da lama do lago próximo à piscina - lama que também teria os mesmos "poderes" curativos.
Foi criada em volta uma estrutura tão grande que era chama de "Cidade Yara". Quem quisesse poderia adquirir lotes por lá. Até uma igreja foi construída, a qual ainda funciona e foi completamente integrada à população local. A Capela São Domingos, inaugurada em 1º de setembro de 1954, data registrada em concreto no alto da torre. 
Regalmuto começou ter problemas de saúde, e uma trombose lhe causou o amputamento das duas pernas. Ele já passava dos 80 anos. Porém a morte veio em forma de suicídio e seu único herdeiro, Paulo Regalmuto, morreu dois anos depois, num acidente automobilístico
No início da década de 70, a mãe de Paulo, herdou tudo, mas vendeu o lugar para um grande comerciante do ramo imobiliário. Ele regularizou os 660 lotes que formavam a "Cidade Yara" e os vendeu, porém, mas pouquíssimos proprietários tomaram posse e, aos poucos, a área foi adquirindo características de lotes rurais. Mas quando começou o trabalho para se levar asfalto até o "Termas", O novo proprietários ficou doente e morreu. Seus filhos, então, permutaram a área e aí começava o declínio e o abandono do Yara. Em 2002, um casal comprou 48 dos 98 alqueires que restaram da propriedade. Mas até hoje não conseguiram regularizar a escritura.






















 
 




Fontes:


http://www.panoramio.com/user/44319/tags/Thermas%20Yara%20-%20Bandeirantes%20-%20PR

http://www.panoramio.com/user/3784806?with_photo_id=42395631

http://www.panoramio.com/user/2083172?with_photo_id=22785909

http://www.panoramio.com/user/196840?comment_page=1&photo_page=31&show=all

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1360741


Mais sobre a história do local aqui:

http://www.reclamando.com.br/?system=news&action=read&id=18369&eid=294


Mais imagens do hotel aqui:

https://www.flickr.com/photos/jpcorreacarvalho/sets/72157615950396832


Vídeos:




14 comentários:

  1. Adorei conhecer seu blog. Muito triste ver lugares que outrora foram tão cheios de vida e agora estão abandonados. Outro dia vi fotos de uma casa abandonada (nos Estados Unidos eu acho). As fotos foram tiradas depois de muitos anos fechada e os objetos e móveis ainda estavam do mesmo jeito que foram deixados.. Sonhos que ficaram para trás...
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, através de uma pesquisa sobre os Fortes de Maunsell acabei encontrando seu blog, entrei nele erá 4:00 horas da manhã, e agora já são 09:00 horas! Sou fascinado pelo maravilhoso passado arquitetônico que hoje encontra se em sua maioria em ruínas! Parabéns pelo seu maravilhoso blog! Att. Antônio Passarelli.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hehehehehe, muito obrigado por ler o blog. Fico feliz em saber que ele te acompanhou nessa madrugada.

      Excluir
  3. Bom dia... Sou moto fã do seu blog, está de parabéns ele em to show.
    Amigo tirai algumas fotos da fábrica da Ambev abandonada desde 2001 em Jacarepaguá RJ se for do seu enterra-se te envios as fotos aguardo seu contato abraços !
    thiagometalshopp@gmail.com.br

    ResponderExcluir
  4. Bom dia... Poderia me informar se esse lugar é aberto a visitação? Se eu for ai, será que consigo tirar umas fotos junto ao casarão abandonado?? Obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim....todos podem entrar e tirar fotos.Está abandonado

      Excluir
    2. Pode sim, mas não está abandonado procurem si informar mais, pois uma das donas mora numa casa ao lado.

      Excluir
  5. Meus parabéns pelo blog. Os posts são muito bem elaborados e possuem um vasto conteúdo... Conheci-o através de uma pesquisa sobre residências brasileiras abandonadas ao Google, e o achei fascinante. A triste situação das referidas propriedades é uma lástima, porém um prato cheio para pessoas como eu, que sonham em restaurar construções históricas e com importantes elementos arquitetônicos. Enfim, novamente meus parabéns pelo blog. Muito bom!!!

    ResponderExcluir
  6. lindo! tem umas histórias sinistras que rodam esse hotel, ou pelo menos dizem... falam que o dono fez um pacto c o diabo pra atrair hóspedes e fazer que hotel se tornasse famoso, dizem né, se for melhor ainda hehe

    ResponderExcluir
  7. lindo! tem umas histórias sinistras que rodam esse hotel, ou pelo menos dizem... falam que o dono fez um pacto c o diabo pra atrair hóspedes e fazer que hotel se tornasse famoso, dizem né, se for melhor ainda hehe

    ResponderExcluir
  8. Estive aí com minha familia aos 10 anos, ano de 56, e me diverti muito. Preciosas e doces lembranças. Não imaginava que estivesse nessa situação lamentável. Torcer para quem sabe toda essa batalha judicial tenha um desfecho feliz e que o local possa ser recuperado.
    Excelente Blog, abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Na década de 1960, meus pais, juntamente com todos os meus irmaos nesse hotel e banhamos na imensa piscina de águas termais. Como era muito pequeno, tinha a imagem da piscina e do hotel como algo imensurável guardada em minha mente até hoje. Hoje ao olhar as fotos verifico que não era tão imenso assim. Que boas lembranças e que triste fim de paraiso!

    ResponderExcluir
  10. um amigo meu, mora em Bandeirantes, disse que não pode mais entrar no hotel... https://youtu.be/FsJId10LtI8

    ResponderExcluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS