sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

As Torres do Silêncio


Olá, gente boa!
Eu encontrei um tema lindo e gostaria de mostrar para vocês, mas como se trata de antigos cemitérios nos quais os corpos são simplesmente depositados a céu aberto para os pássaros comerem, as imagens sobre o tema são fortes, e com uma simples pesquisa se encontra as imagens com os cadáveres expostos, não achei necessário mostrar isso... eu quis variar. Há muito material na Internet e sempre os mesmos. Colocarei os links ao final e entrem só quem tem sangue frio para ver os corpos nas "Torres do Silêncio".

As Torres do Silêncio
As Torres do Silêncio, também chamadas de dokhmeh ou dakhmah estão ligadas ao Zoroatrismo, uma antiga religião que acreditava num só Deus, na ressurreição, no juízo final e na vinda de um messias e, por isso, influenciou o Judaísmo, o Cristianismo e o Islamismo. Zoroastro ou Zaratrusta, o fundador dessa religião, viveu na Ásia Central, num território que compreendia o que é hoje a parte oriental do Irã e a região ocidental do Afeganistão. Os acadêmicos têm situado a sua vida entre 1750 e 1000 a.C., mas há poucos dados precisos, sendo as lacunas de sua vida preenchidas por lendas. O Zoroatrismo foi a primeira religião monoteísta - que acredita num só deus - que se tem notícia. No século X, um grupo de zoroastrianos fixou-se na Índia, na região de Gujarate e lá estabeleceram uma comunidade local que recebeu o nome de "Parsi" ("Persas" na língua gujarate) e que permanece naquele território até hoje. 
Uma torre do silêncio é uma construção em forma de torre, obviamente, a qual possui usos e simbologias funerárias. O Zoroatrismo considera o cadáver impuro, então eles se recusam a enterrar ou cremar um corpo para não violar a sacramentalidade da terra, . Em vez disso, depositam o cadáver nas torres, onde os abutres vêm e devoram sua carne. Os ossos, depois de exumados são jogados num curso d'água que desague no mar, não tocando assim o solo. A última Torre do Silêncio ainda em atividade, é a de Mumbai, mas as comunidades zoroástricas seguem com dificuldade seu ritual funerário tradicional, que é caro. Além disso, eles enfrentam também a ausência da peça principal nesse processo: os abutres. Em sua planta circular há uma hierarquia para depositar os corpos: no anel mais interno os homens, no do meio as mulheres e no mais externo as crianças. Essa é uma tradição que está prestes a acabar e vai levar com ela a religião de Zoroastro.













































 Fontes:

AS IMAGENS E OS VÍDEOS NOS LINKS A SEGUIR PODEM CONTER IMAGENS DE CADÁVERES. POR FAVOR, AQUELES QUE NÃO SUPORTAREM VER TAL COISA PODEM SAIR DA LEITURA DESTA MATÉRIA.

https://pt.wikipedia.org/wiki/Torre_do_sil%C3%AAncio

http://imgur.com/gallery/WkUBl

http://www.panoramio.com/user/7126974?with_photo_id=81704282

http://www.panoramio.com/user/1714339?with_photo_id=10766611

http://www.panoramio.com/user/4424665?with_photo_id=98857827

http://www.panoramio.com/user/1072263?with_photo_id=6457257

http://www.panoramio.com/user/192599?with_photo_id=915715

http://tophdimg.com/tower-of-silence.html

http://www.panoramio.com/user/2699116?with_photo_id=51054982

http://www.panoramio.com/user/6826030?with_photo_id=74114625

http://www.panoramio.com/user/4082241?with_photo_id=31352225

http://www.panoramio.com/user/1557538?with_photo_id=9044710

http://www.cultofweird.com/death/declining-vulture-population-threatens-mumbais-towers-of-silence/

http://www.heritageinstitute.com/zoroastrianism/death/page3.htm

http://www.newworldencyclopedia.org/entry/Towers_of_Silence

http://www.bulletinasiainstitute.org/abst/vol21/Shokoohy.html

http://www.panoramio.com/user/2806276?with_photo_id=48879967

http://www.panoramio.com/user/6397011?with_photo_id=80297230

Vídeos:




2 comentários:

  1. adorei as fotos, a história, eu conheci um cara faz tempo com o nome de Zoroastro, agora sei de onde veio esse nome, adorei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. George, meu querido. Que legal que vc lê meu blog, estou muito grato e feliz.

      Excluir

TOP 10 - POSTAGENS MAIS POPULARES DO MÊS